Caruma

Nas aulas de português do 9.º ano aprendi o significado de “in media res”. Com efeito, aprendi que é uma técnica literária em que a narrativa começa no meio da história, em vez de no início. Quase 20 anos mais tarde constato que é isso que faço frequentemente ao contar estas pequenas histórias de luz. Começo a contar algo que vem na sequência de um caminho trilhado até ao presente; um caminho com um início desconhecido e um futuro incerto.

Se a narrativa desta história começasse no início, veriam provavelmente crianças a deslizar pela caruma no chão, veriam fins de tarde passados entre amigos, veriam brincadeira, beijos perdidos no mar e cães com nome de dia de folga…

Mas a minha narrativa da história da C. e do P começou neste capítulo, neste episódio tão importante… Enquanto narrador sinto um enorme privilégio por conhecer a história destes protagonistas e por desejar para eles um final como os que se lêem nos contos de fada da nossa infância…

Parabéns C. e P.!!

1P I N2P I N3P I N4P I N5P I N6P I N7P I N8P I N9P I N10P I N11P I N12P I N13P I N14P I N15P I N16P I N17P I N18P I N19P I N20P I N21P I N22P I N23P I N24P I N25P I N26P I N27P I N28P I N29P I N30P I N31P I N32P I N33P I N34P I N

Partilhar no FacebookPartilhar no PinterestTweet

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*