Hippie Ride

Se há contracultura pela qual tenho fascínio e alguma admiração é o movimento Hippie dos anos 60 e 70 nos EUA. O “Flower Power”, “Make love not war” e outros “hippie slogans” que tão bem conhecemos fazem parte de um imaginário que ainda hoje cativa muitos de nós. Também o optimismo em tempos de crise e atitude de protesto que se vivia nesses anos não podia ser melhor mote para fazer uma viagem ao passado nos dias que correm.

Quando pensei na sessão para a Marta não tive dúvidas que o estilo Hippie lhe assentaria como uma luva e penso que não me enganei. Pedi-lhe para falar com umas quantas amigas e convidá-las para a sessão. Muito mérito lhe seja dado na escolha de todos os acessórios, e ainda mais pelo facto de ter conseguido arranjar um carro ao estilo do que lhe pedi! Boa Marta ; )

Agradecimentos à Vera Melo, Filipe Araújo, ao Sr. Mendes (proprietário do Fiat) e, é claro, às amigas da Marta!

E agora, vou tomar mais um banho porque acho que ainda tenho algum pó acumulado durante esta sessão : P

P I N

Partilhar no FacebookPartilhar no PinterestTweet
  • maria - Excelente! Parabéns, Ricardo Silva Fotografia! Às hippies o meu beijinho.ReplyCancel

  • maria - Excelente! Parabéns, Ricardo Silva Fotografia! Às hippies o meu beijinho.ReplyCancel

  • sara Caetano - Do melhor que já foi feito haha : ) Linda mil mil mil Marta : bReplyCancel

  • sara Caetano - Do melhor que já foi feito haha : ) Linda mil mil mil Marta : bReplyCancel

  • Marta - Ricardo, obrigada por esta tarde espetacular! :-)
    Não consigo escrever tudo o que sinto, acredita que é realmente um conto de luz. Eu estou rendida…
    Parabéns, parabéns, mesmo…ReplyCancel

  • Marta - Ricardo, obrigada por esta tarde espetacular! :-)
    Não consigo escrever tudo o que sinto, acredita que é realmente um conto de luz. Eu estou rendida…
    Parabéns, parabéns, mesmo…ReplyCancel

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*